TEORIA DA EXTEROGESTAÇÃO

Os bebês humanos estão entre os mais indefesos de todos os mamíferos, eles necessitam nascer mais cedo do que deveriam (senão não passaria pela pelve estreita da mãe no parto) com seus cérebros ainda não totalmente desenvolvidos.

Ao contrário de outros mamíferos, o recém-nascido humano é incapaz de andar por um longo período após o nascimento, porque lhe falta o aparato neurológico maduro para tanto e nascem extremamente dependentes e necessitam de cuidado constante. O crescimento do nosso cérebro após o nascimento é mais rápido do que o de qualquer outro mamífero e segue neste ritmo por 12 meses. 
Nos primeiros 3 meses de vida, o bebê humano é tão imaturo que seria benéfico a ele voltar ao útero sempre que a vida aqui fora estivesse difícil. ). A reprodução das condições do ambiente uterino leva a uma resposta neurológica profunda “o reflexo calmante”. Os 5 métodos (imitar as condições do útero para acalmar um bebê até 3 meses de idade são:

1⃣ Apertadinho – fazer o charutinho/ casulo de bebê. (foto)

2⃣ De lado – Segurar o bebê de lado ou com a barriga tocando os
braços do adulto ajuda a acalmá-lo. (posição que dá a sensação semelhante a que ele tinha no útero)

3⃣ Shhhhh – sons que imitam a circulação sanguínea, batimento cardíaco e tudo que ele podia ouvir na barriga. – Aplicativos, secador de cabelo, aspirador de pó, etc.

4⃣ Balanço – o bebê passa o tempo todo em movimento com sua mãe. Carregar no sling, passear de carro, dançar, sentar com ele numa bola de pilates, etc..

5⃣Sucção – A sucção não-nutritiva é outra forma de acalmar o bebê. A amamentação em livre demanda não é recomendada somente para garantir a nutrição do bebê e a produção deleite da mãe, mas também para suprir a necessidade de sucção do bebê.
Texto baseado no livro “The Happiest Baby on the Block”